quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Juventude...

Passa-se qualquer coisa de errado com a maneira como (cert)a juventude encara a sua realidade.
Meninos mimados? Falta de educação? Vazio de valores? Facilitismo e impunidade a mais? Talvez tudo isso e algo mais...
Mas, passado mais de um ano sobre o meu último "post", prefiro olhar para os bons exemplos, que ainda vão dando indicação de que alguém ainda está a educar "essas bestinhas ricas e mal-agradecidas", como deve ser: com incentivo, meios e sentido artístico, para além duma palmada bem dada, no sítio e altura certas!
Por pouco dinheiro que haja, há que usá-lo onde é imperativamente necessário.
Não fechem os "Centros de Juventude"!
Não os ponham na rua a brincar aos ladrões! A desumanidade alastrar-se-á.
Dêem-lhes ferramentas, artes e ofícios. A humanidade continuará humana.
Por mais alguma gerações...

Sem comentários: